Ideias para ações

A Mobilização Global pelo Desinvestimento é uma oportunidade para demonstrar o rápido crescimento mundial do movimento pelo desinvestimento. Vamos levá-lo ao próximo nível, confrontando a trapaceira indústria dos combustíveis fósseis, que está incendiando a crise climática.

Há infinitas formas de transmitir a sua mensagem, e a criatividade pode ajudá-lo a conquistar a atenção das pessoas, das redes sociais e da imprensa local. O mais importante é encontrar a tática certa para você.

 

 

  • 1º passo: fazer as perguntas certas

Às vezes, a melhor forma de ajudar um grupo a tomar uma decisão é fazer perguntas esclarecedoras. Criar em conjunto as respostas para essas perguntas pode ajudar o grupo a chegar a um consenso ou a reconhecer os pontos em que há discordância ou onde há mais de uma maneira de resolver a questão. Tudo bem se houver mais de uma resposta, mas o melhor é listar todas essas respostas. Apresentamos algumas sugestões de perguntas esclarecedoras para os grupos se alinharem e decidirem qual tática usar:

Tom: qual sensação vocês querem que a ação transmita? Vocês estão celebrando a energia e o poder do movimento ou demonstrando pesar pela perda de espécies e tradições locais?

Público: com quem vocês desejam se comunicar? Quem vocês estão tentando influenciar com a sua ação? Quais são as melhores formas de alcançar esse público?

Local: quais são os locais relevantes ou emblemáticos para essa história?

Meta de organização: com quais grupos em específico vocês querem construir alianças? Vocês estão tentando aumentar o número de pessoas no movimento ou aprofundar o comprometimento dos membros que já os apoiam?

Meta de campanha: o que será considerado um sucesso? Como essa ação se encaixa no trabalho de longo prazo no qual vocês estão engajados?

Revisão das táticas: quais táticas o seu grupo já usou no passado? Quais funcionaram bem? O que funcionou nelas? O que não funcionou? Vocês querem ser mais ousados em relação às táticas que usam (para um confronto mais direto) ou aprofundar o conhecimento e a conscientização sobre o desinvestimento?

 

  • 2º passo: escolha uma tática

Quando vocês tiverem as ideias claras a respeito do tom, da o público, dos objetivos e das táticas que já deram certo no passado, confiram as Ideias de ações abaixo ou façam um brainstrom sobre o que o seu grupo pode fazer para a Mobilização Global pelo Desinvestimento. Clique aqui para obter sugestões sobre como fazer um brainstorm (em inglês).

 

Como parte da Mobilização Global pelo Desinvestimento, pessoas do mundo todo contarão suas histórias sobre como as mudanças climáticas afetaram algo importante para elas. O que é tão importante para vocês que vocês não permitirão que seja destruído pelo dinheiro? Abaixo você encontrará algumas ideias sobre como mostrar a conexão entre o seu alvo e os impactos dos combustíveis fósseis no local.

Foto aérea Retratos de pessoas afetadas Oficinas e sessões de histórias sobre os impactos Entrega de petição Ocupações
Mobilizações em massa Publicidade subversiva e brandalismo Mostre as conexões entre investimentos e impactos Arte terrestre "afetada" Cultura "afetada"
Intervenções com projeções Dê um prêmio aos impactos climáticos Ilumine a noite

Foto aérea

Mostre o poder das pessoas por trás da sua mensagem

1
Centenas de pessoas se reúnem no leito de um rio que secou, no Novo México (EUA), segurando pedaços de pano e papel pintados de azul. Foto: Michael Clark

 

Com uma fotografia aérea, a imagem é a mensagem. A presença de muitas pessoas mostra que o assunto é algo importante para muita gente; a imagem formada pelas pessoas transmite a mensagem. Que imagem vocês poderiam formar para mostrar o impacto local? A que local vocês poderiam ir para mostrar o que está faltando ou o que mudou em decorrência das mudanças climáticas. Vocês querem que as pessoas usem roupas coloridas? Para que isso dê certo, é preciso um pouco de planejamento: pense sobre as sombras e a posição do sol. Se vocês pretendem filmar de um ângulo específico, lembrem-se de que a imagem ficará distorcida.

Retratos de pessoas afetadas

Mostre o rosto das pessoas mais afetadas

Use a fotografia para mostrar a face humana dos impactos climáticos locais e compartilhe histórias sobre esses impactos. Vocês podem organizar uma exposição de fotos para inspirar o debate público, ou segurar os retratos na frente da sede do seu alvo, ou ainda colá-los em cima de anúncios do seu alvo pela cidade. Também é legal fazê-los bem GRANDES e convidar as pessoas retratadas para contarem suas histórias ao lado de seus retratos. As imagens podem ser impressas em papel A4, que é mais barato, e coladas uma ao lado da outra, para formar uma grande imagem. Para fazer isso, você pode usar programas gratuitos como PosteRazor ou Rasterbator.

2
Foto: Enmedio.info

 

Oficinas e sessões de histórias sobre os impactos

Crie um espaço onde as histórias possam ser contadas diretamente pelas pessoas afetadas

3

 

Muitas vezes, a história de uma única pessoa pode criar mais engajamento do que fatos e estatísticas. Pensem na possibilidade de organizar um evento público onde as pessoas possam ouvir moradores locais e especialistas sobre como as mudanças climáticas estão already afetando sua comunidade local. Caso alguns grupos sejam mais afetados do que outros, pensem sobre como uniformes ou fantasias podem ajudar a mostrar quem eles são. Por exemplo, convidem os bombeiros da cidade a comparecerem com seus uniformes. Pensem em convidar pessoas mais velhas e peçam que falem sobre as mudanças que perceberam durante a vida. Esse evento pode fazer parte de uma marcha ou protesto e pode ser usado como uma ferramenta de mobilização para um evento maior. Vocês também podem organizar esse evento nas escadarias, escritórios ou saguão da sede do seu alvo.

 

Entrega de petição

Escreva suas demandas em letras grandes o suficiente para que todas as pessoas consigam lê-las.

4

 

Uma folha de papel entregue no escritório de um alvo pode passar despercebida. Uma petição com cinco metros de comprimento pendurada em um edifício é um pouquinho mais difícil de ignorar. Assegurem-se de que a sua mensagem seja ouvida em alto e bom tom, fazendo-a grande. Encontrem um pedaço grande (e alaranjado) de tecido (ou tinjam lençóis com tinta látex alaranjada e água), escrevam sua mensagem no tecido e pendurem-no em um local estratégico ou simbólico. Pensem no que está no fundo e na frente da fotografia. Mas sejam cautelosos quanto ao local onde o seu alvo está localizado! Pode ser inapropriado pendurar faixas em alguns prédios por razões históricas ou culturais. Apresentamos um exemplo.

Ocupações

Ocupem pacificamente um local

Essa é simples. Vão até um local e se recusem a sair. Protestos, ocupações de escritórios ou de saguões podem levar sua mensagem diretamente ao coração do problema e podem forçar o seu alvo a tomar a decisão de negociar com você. Esse pode ser um modo eficaz de intensificar uma campanha já existente pelo desinvestimento e fazer com que as suas demandas sejam levadas ao topo da lista, caso outras táticas não estejam funcionando.

Ocupando um espaço estratégico, você pode atrapalhar a operação normal de uma instituição, evidenciando que ela investe no caos climático. Normalmente, as pessoas que estão protestando se recusarão a sair até que suas demandas sejam atendidas. Mas é importante notar que uma ocupação também pode terminar com a remoção física ou com prisões. Por isso, planejamento e preparação são importantes. Nós definitivamente recomendamos que vocês participem de um treinamento para ações diretas antes de fazer a ocupação. Vejam este exemplo (em inglês): MIT Sit-in: 116 dias de ocupações .

Mobilizações em massa

Mostre seus números nas ruas

5
Arte: People's Collective Arts

 

 

Marchas e protestos são táticas muito usadas para transmitir uma mensagem, capazes reunir grandes grupos de pessoas e mostrar ao movimento (e à imprensa) quantas pessoas estão envolvidas. Pense em um local: onde a sua marcha pode começar e terminar, onde o seu protesto poderia acontecer? Use a arte e o relato de histórias em primeira pessoa para enfatizar as mensagens que você deseja comunicar. Uma petição com cinco metros de comprimento pendurada em um edifício é um pouquinho mais difícil de ignorar. Assegurem-se de que a sua mensagem seja ouvida em alto e bom tom, fazendo-a grande. Encontrem um pedaço grande (e alaranjado) de tecido (ou tinjam lençóis com tinta látex alaranjada e água), escrevam sua mensagem no tecido e pendurem-no em um local estratégico ou simbólico. Pensem no que está no fundo e na frente da fotografia. Mas sejam cautelosos quanto ao local onde o seu alvo está localizado! Pode ser inapropriado pendurar faixas em alguns prédios por razões históricas ou culturais. Apresentamos um exemplo.

Publicidade subversiva e brandalismo

Ajude as empresas a falarem o que elas estão realmente fazendo

6

 

As empresas usam suas logomarcas e a publicidade para apresentar uma imagem delas mesmas, a imagem que elas querem comunicar. No entanto, essa não costuma ser a história toda. O seu alvo faz publicidade na sua comunidade? Quais mudanças vocês poderiam fazer àquela publicidade para que ela conte um outro lado da história? Com apenas alguns adesivos, com cola de trigo ou com um pouco de tinta, você pode mudar completamente o sentido de um anúncio ou do logo de uma empresa.
Há uma ferramenta on-line que permite que você redimensione qualquer arte e a imprima em qualquer tamanho. you can find it here.

Exemplos:
Os estudantes da universidade de Dalhousie transformam Dalhousie em Shellhousie
Site do Brandalismo

Arte terrestre “afetada”

Use materiais resultantes de impactos para criar a sua mensagem

8
Arte: Daniel Dancer, artforthesky.com

 

Os materiais que vocês utilizarem podem contar metade da história, a imagem que vocês criarem contará o resto. Pensem sobre quais são os impactos físicos das mudanças climáticas: plantações secas, detritos de uma enchente, madeira queimada por um incêndio florestal ou terra ressecada pela falta de chuvas. Usem esses materiais para formar uma imagem poderosa em frente ao seu alvo ou em um local público.

Cultura “afetada”

À medida que o clima muda, o mesmo acontece com as culturas

9
Foto: coordenadora da Seed Mob, Amelia Telford, lidera a abertura do bloqueio com canoas do maior porto exportador de carvão no mundo, em Newcastle, na Austrália, por parte dos Guerreiros do Clima do Pacífico

 

Muitas tradições culturais estão intrinsecamente ligadas à terra, às estações e aos ciclos naturais. Pensem sobre as tradições locais que podem ser afetadas pelo clima em constante mudança. Há feriados tradicionais que envolvem colheitas regionais ou dão as boas-vindas à estação de chuvas? Há canções tradicionais, danças ou poemas que falam sobre os ciclos naturais? Uma ideia pode ser mudar essas tradições (como as letras das músicas, por exemplo) para refletir a realidade da vida em um clima que mudou.

Intervenções com projeções

Diga o que quiser, onde quiser – sem deixar marcas

10

As projeções são uma ótima tática para conectar diferentes partes da mesma história: vocês podem projetar impactos climáticos diretamente no seu alvo. Pensem em imagens e vídeos que podem contar a história, não somente em palavras. E pensem com cuidado sobre o local e como isso pode refletir ou reforçar sua mensagem. Essa ação pode ser feita em várias escalas, dependendo da potência do projetor.

Recursos (em inglês):

Tutorial sobre intervenções com projeções

Recursos “The Illuminator”

 

Exemplo:

Projeção de guerrilha na sede da Vattenfall

 

Dê um prêmio aos impactos climáticos

Reconheça os impactos climáticos locais do seu alvo

11

 

Muitas instituições estão causando grandes impactos à vida no nosso planeta – chegou a hora de reconhecer publicamente a dimensão desses impactos. Vão até o seu alvo e entreguem esse presente inesperado: um prêmio de “maior impacto no clima local”. Imprimam um cartaz, ou levem uma medalha, e apresentem o prêmio à empresa. Isso funciona bem principalmente antes da apresentação de um balanço trimestral dos seus lucros ou durante o anúncio de um novo projeto ou descoberta envolvendo combustíveis fósseis. Convide a imprensa e faça com que os jornalistas consigam uma boa foto – talvez nem todos consigam entrar.

Exemplo de ação:

Prêmio de ativo podre da Adani

Ilumine a noite

Crie elementos visuais poderosos para qualquer ação à noite

fossil-free-uw-madison-wisconsin-4414-overpass-light-brigade

 

Com pedaços de papelão preto e algumas luzes à bateria, vocês podem fazer cartazes iluminados com mensagens que realmente chamarão atenção para a sua mensagem. Não poderia ser mais simples: façam buracos nos cartazes na forma das letras que desejam (uma letra por cartaz) e coloquem a luz nos buracos. Encontrem um local estratégico para a sua mensagem, fiquem lado a lado para compor a palavra e abracadabra: que se faça a luz! Assegurem-se de levar alguém que tenha experiência em fazer fotos noturnas (e um tripé) para conseguir o clique desejado.

Recursos:

Para assistir a um vídeo sobre como fazer os cartazes, clique aqui (em inglês).

Confira nosso Guia de organização para obter algumas instruções e para assegurar-se de registrar seu evento .

FacebookTwitter